26/02/2018 (75) 99274-4456

Mundo

Ifarma

Selfie ajuda polícia canadense a desvendar assassinato

Por Portal TNews 21/01/2018 às 00:03:37

A polícia do Canadá foi capaz de solucionar um crime que aconteceu em 2015 graças a uma selfie no Facebook. A foto das amigas Cheyenne Rose Antoine de 21 anos e Brittney Gargol de 18, publicada horas antes do crime, mostra o cinto que Antoine utilizou para estrangular Gargol. Jovem diz estar arrependida do crime.

O assassinato aconteceu em março de 2015. Horas antes, Antoine postou no Facebook uma selfie junto com a amiga, em que aparece utilizando o cinto que, horas mais tarde, foi encontrado ao lado do corpo de Gargol.

A jovem foi encontrada perto de um aterro em Saskatoon, na província de Saskatchewan, com sinais de estrangulamento.

Na manhã seguinte, Antoine chegou a postar no Facebook uma mensagem de preocupação, na tentativa de despistar os policias. "Cadê você? Não deu mais notícias. Espero que tenha chegado bem em casa", escreveu.

A versão inicial que Antoine apresentou à polícia era de que as duas tinham ido a vários bares antes de Gargol sair com um homem desconhecido, enquanto Antoine foi ver o tio. A polícia suspeitou da veracidade do depoimento, então decidiu reconstituir a movimentação das duas meninas por meio dos posts de Antoine nas redes sociais.

Quando a polícia finalmente chegou até ela, Antoine confessou o crime, mas disse que não se lembrava de tê-lo feito. Segundo ela, as duas estavam bêbadas e tinham fumado maconha, quando entraram em uma discussão.

Em nota emitida por meio de seu advogado, a jovem afirmou estar arrependida e que jamais se perdoará. "Eu nunca me perdoarei. Nada que eu diga ou faça trará ela de volta. Eu lamento muito, muito… Isso não deveria ter acontecido", afirma a nota.

Fonte: Veja

comentários