21/05/2018 (75) 99274-4456

Polícia

Ifarma

Polícia Civil da Bahia prende em SP quatro envolvidos no sequestro de Ramiro Campelo

Com eles foi encontrado parte do dinheiro pago para a libertação da vítima

Por Portal TNews 14/02/2018 às 21:22:16

A Polícia Civil da Bahia prendeu, nesta quarta-feira, 14, em uma churrascaria no KM 19 da Rodovia Presidente Dutra, em Caçapava, São Paulo, quatro pessoas acusadas de participar do sequestro do ex-prefeito de Valença e empresário Ramiro José Campêlo de Queiroz, ocorrido no mês de janeiro. A operação também contou com informações da Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública.

Com os baianos Márcio Reis dos Santos, conhecido como Bradock, e  Geraldo Alves de Carvalho Neto, o pernambucano Carlos Eduardo Rabello e o mineiro André Luis Maciel Santos foram encontradas quantias  provenientes do pagamento realizado pela família para a libertação da vítima. De acordo com a SSP, o valor será divulgado em breve, após conferido.

Comandada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil baiana, a operação também contou com o apoio da Delegacia Antissequestro da PC de São Paulo, para onde o grupo foi encaminhado.

De acordo com o delegado do Draco responsável pelas investigações, Cleandro Pimenta, embora a família não tenha aceitado a participação da polícia na negociação com a quadrilha, a Polícia Civil seguiu com as demais providências de polícia judiciária, chegando à identificação e prisão do grupo.

Márcio e Geraldo tiveram mandado de prisão cumprido. Já Carlos e André foram encaminhados para a adoção das demais medidas.

Ainda segundo a SSP, diligências continuam sendo realizadas em outros municípios paulistas com o objetivo de capturar o restante da quadrilha que participou do crime.

O caso

Ramiro Campelo foi sequestrado no dia 18 de janeiro de 2018. Ele ficou 25 dias com os sequestradores e durante este tempo nenhuma informação foi passada a imprensa.

A vítima foi liberada pelos criminosos na segunda-feira, 12, e a família foi buscá-lo no Espírito Santo. 

Sequestradores

Bradock 


A SSP informou que Bradock chegou a ser preso, em outubro do ano passado, em Lauro de Freitas, acusado de roubar veículos e adultera-los.  

Márcio Bradock é reconhecido na área criminal como assaltante de banco e, segundo a SSP, já cumpriu 15 anos de reclusão. Depois que ganhou liberdade passou a roubar carros, adultera-los e vende-los no interior da Bahia e em outros estados.

Geraldo 


André


Carlos


comentários