26/04/2018 (75) 99274-4456

Geral

Ifarma

Após nova etapa da Carne Fraca, UE ameaça novas sansões à carne do Brasil

Para os europeus, a falta de uma resposta do governo depois da eclosão da Operação Carne Fraca, em março em 2017, revela corrupção no controle sanitário no Brasil

Por Portal TNews 06/03/2018 às 09:36:42

A Europa pediu esclarecimentos sobre a dimensão do novo escândalo relacionado com o comércio de carnes no Brasil. Após a Polícia Federal deflagrar na manhã desta segunda-feira (5) uma nova fase da Operação Carne Fraca, o continente europeu, grande importador das carnes brasileiras, encaminhou um comunicado para o governo brasileiro por meio da delegação da União Europeia (UE) em Brasília. "A delegação foi solicitada a questionar e obter das autoridades brasileiras todas as informações relacionadas a esse caso e que possam afetar a importação para a UE", disse. Por enquanto, a Comissão Europeia indica que as certificações exigidas depois da primeira fase da Operação Carne Fraca continuam em vigor, mas que pode criar novas barreiras para a exportação do produto brasileiro. Também estão mantidos os controles reforçados em todas as fronteiras da Europa para garantir "a segurança do produto importado para a UE". De acordo com o jornal Estado de SP, Bruxelas, país europeu, deixou claro que "a Comissão poderia tomar medidas adicionais consideradas como necessárias à luz das informações que recebamos". "As atuais condições de importação de carne do Brasil apenas permitem a importação de um número limitado de estabelecimentos", declarou o país. Para os europeus, a falta de uma resposta do governo depois da eclosão da Operação Carne Fraca, em março em 2017, revela corrupção no controle sanitário no Brasil. "As notícias de corrupção no Brasil, com o setor de carne em seu centro, também colocam em questão a credibilidade das garantias oficiais dadas e a confiança da Europa nessas garantias", alertou o comunicado, numa referência ao escândalo das propinas da JBS.


Fonte: Bahia Notícias

comentários