21/07/2018 (75) 99274-4456

Mundo

Ifarma

Cratera avança no Quênia e sinaliza divisão do continente africano em dois

Por Portal TNews 03/04/2018 às 18:57:56

A estimativa é que a placa tectônica somali esteja se afastando da placa africana a um ritmo aproximado de 25 milímetros por ano.

Nesse ritmo, o continente deve se partir em dois daqui a algumas dezenas de milhões de anos, mas isso não quer dizer que suas consequências não possam ser sentidas. A fissura que destruiu a casa de Njoroge surgiu em meados do mês passado, após semanas de fortes chuvas, inundações e tremores de terra. A rachadura com cerca de 15 metros de largura afetou outras residências e interrompeu o trânsito na principal rodovia da cidade.

- Eles construíram a estrada sem saber que existia uma falha geológica, por isso as empreiteiras estão em modo de espera, já que não sabem para onde a fissura seguirá -avaliou o geólogo David Adele, em entrevista à Reuters.

De acordo com o especialista, não é possível conter o avanço da rachadura, já que se trata de movimentos da crosta terrestre. Por isso, autoridades e a população devem ficar alertas, principalmente em períodos de chuvas, como o esperado para os próximos meses.

As pessoas devem ficar em alerta, especialmente quando chove. Verificar se existem rachaduras, terras que estão afundando ou tremores  recomendou Adele.  As rachaduras avançam praticamente em linha reta, então é possível projetar. Se você avistar uma fissura vindo na sua direção, vá embora.


Fonte: O Globo

comentários